Topo
#ficadica

#ficadica

Quer deixar seu Android mais seguro? Siga estas 10 dicas

Nicole D'Almeida

2004-03-20T19:04:00

04/03/2019 04h00

Nossos dados salvos nos smartphones nunca estão 100% seguros. Sempre terá alguma empresa, algum criminoso e até mesmo o governo querendo obter essas informações, afinal, elas são muito valiosas.

Entretanto, existem algumas coisas que podemos fazer para deixar nossos dispositivos mais seguros. Confira as dicas abaixo. Vale lembrar que os tutoriais foram feitos seguindo o padrão Samsung, portanto, pode ser que mude algum nome ou passo-a-passo.

1. Criptografia do dispositivo

A criptografia transforma as informações em uma sequência de caracteres que não fazem o menor sentido se forem lidos dessa forma e ninguém tem acesso a informação original. Portanto, é uma boa maneira de deixar seus dados seguros.

Atualmente, a maioria dos celulares Android já é criptografada. Porém, caso o seu não seja e você deseja fazer deve saber que é um recurso complexo e irreversível.

Procure por "criptografia" na barra de pesquisa das "Configurações" e siga corretamente os passos indicados.

2. Backup automático de dados

Fazer o backup é boa ideia para quem não quer correr o risco de perder algum arquivo. Porém, se não deseja compartilhar seus dados com terceiros, como o Google, é preciso desativar o backup automático, além de não utilizar serviços de nuvens.

Google Drive > três tracinhos no canto superior esquerdo > Configurações > Fazer backup e redefinir > ajuste as configurações da forma que quiser.

Se optar por essa opção é interessante fazer backups regulares do seu dispositivo de forma manual.

3. Bloqueio de tela e aplicativos

É importante colocar uma senha para acessar seu dispositivo, dessa forma, outras pessoas não poderão mexer em seus dados. Existem diversos tipos de bloqueios de tela: padrão (desenho), PIN (números), senha (alfanumérico) e impressões digitais.

Os tipos mais seguros são impressões digitais e senhas alfanuméricas.

Configurações > Tela de bloqueio > Tipo de bloqueio de tela > escolha a melhor opção para você.

4. Permissões de aplicativos

Para que funcionem da melhor maneira, os aplicativos precisam de algumas permissões, como ter acesso a câmera, aos contatos, ao microfone…. Entretanto, muitos acabam pedindo permissão para algo que não necessitam. Por isso, vale a pena dar uma olhadinha naquilo que os apps estão acessando.

Configurações > Aplicativos > três pontinhos no canto superior direito > Permissões de aplicativo > entre em cada opção e verifique se realmente aqueles apps precisam de tal permissão.

5. Notificações de conteúdo privado

Para afastar os enxeridos de plantão que adoram dar uma espiadinha no telefone alheio, vale desativar as notificações que você julga particulares.

Configurações > Notificações > selecione os apps dos quais deseja receber notificações e desative aqueles que não deseja.

6. Proteção e rastreamento do dispositivo

Seu telefone foi roubado ou você o perdeu? Ative o recurso "Find My Device" do Google. Ele permite você encontrar seu aparelho e apagar os dados do mesmo. Para isso, é preciso que ele esteja ativado:

  • Estar conectado a uma conta Google;
  • Estar conectado aos dados móveis ou rede Wi-Fi;
  • Estar com local ativado;
  • Estar visível no Google Play;
  • Estar ligado.

 7. Ckeck-up de segurança do Google

Apague todos os dispositivos que você não usa mais e que ainda estão conectados a sua conta Google.

Check-up de segurança do Google > Seus dispositivos > clique nos desejados > Remover

 8. Acompanhamento de atividades do Google

O Google tem acesso a todas as atividades que você realiza, desde os vídeos que você assistiu no YouTube até por onde andou usando o Google Maps. Caso queira mais segurança, desative essa opção.

Controles de atividade > desative a chavinha de cada opção que desejar.

Vale lembrar que essa desativação pode atrapalhar alguns serviços.

9. Acompanhamento de anúncios

Não gosta de se deparar com um anúncio de algo que você pesquisou recentemente? Desative o acompanhamento de anúncios.

Configurações > Google > Anúncios > Desativar a personalização de anúncios.

10. VPN

Ao se conectar em uma rede Wi-Fi o seu ISP pode estar coletando as informações de todos os sites que você visita. O mesmo pode acontecer com sua operadora quando conectado as redes móveis. Além disso, alguns aparelhos podem estar conectados a DNS do Google.

Uma boa opção é criptografar e esconder seu endereço IP. Para isso, é preciso usar o serviço VPN que é uma rede privada virtual.

Veja também

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Nicole D'Almeida é jornalista, apaixonada por novas culturas, viagens, tecnologia e pelo lado bom das incertezas do mundo. Ajuda a desvendar os principais truques para a tecnologia facilitar o dia-a-dia.

Sobre o blog

Dicas para tirar mais proveito do celular, do computador, da internet. E um centavinho de reflexão sobre tendências do mundo da tecnologia. A gente deixa o nosso centavinho, e você também pode contribuir com o seu.